Como produzir conteúdo para cada etapa do funil de vendas?

Tempo de leitura: 4 minutos

Quem começa a estudar o marketing de conteúdo logo começa a ver o termo “funil de vendas” aparecer o tempo todo. Essa ferramenta funciona como uma espécie de esqueleto que servirá de base para a produção de conteúdo da estratégia de marketing.

Porém, produzir conteúdo para alimentar um funil de vendas não é tão simples quanto a maioria das empresas imagina. São necessários pesquisa e muito planejamento para que bons textos sejam escritos e a estratégia seja efetiva.

No artigo de hoje, vamos conhecer como produzir conteúdo para cada área do funil. Vamos lá!

arte-surf

Entendendo cada etapa do funil de vendas

O funil de vendas dentro do marketing de conteúdo pode ser entendido como um caminho feito para conduzir o consumidor do estágio de desconhecimento da empresa e seus produtos para o estágio de cliente.

O planejamento de um funil de vendas começa na concepção da persona do cliente – um perfil semi-ficcional que ajuda a descrever quem é o alvo ideal da estratégia. O ponto inicial desse planejamento é o problema que o consumidor possui e que será solucionado pelo produto oferecido pela empresa.

Esse problema costuma gerar sintomas na vida do consumidor e a busca por soluções para esses sintomas é que coloca o cliente na fase inicial do funil de vendas. O funil é composto por três fases:

  • Topo do Funil
  • Meio do Funil
  • Fundo do Funil

Cada uma dessas três fases possui características distintas e em cada uma delas o consumidor se encontra num momento diferente da sua jornada de compra.

Produzindo conteúdo para todas as etapas

Confira abaixo como criar conteúdo para cada etapa do funil de vendas:

Topo do funil

No topo do funil de vendas, o consumidor está buscando por mais informações para solucionar os sintomas do seu problema (que ele ainda não sabe que existe). Por isso, são dois os objetivos dessa fase: atrair o consumidor e conduzi-lo para a realização de que ele tem um problema específico.

Dessa forma, o conteúdo para o topo do funil deve ser abrangente, fácil de ser localizado na internet e de comunicação direta e simples. Ou seja: o ideal é que em poucos segundos o consumidor tenha acesso ao conteúdo.

As formas mais comuns de conteúdo para o topo do funil de vendas são os posts em blogs e sites e também os vídeos, já que são dois conteúdos consumidos de forma rápida e que são facilmente encontrados em uma pesquisa no Google.

Para saber que tipo de conteúdo produzir para atrair o consumidor, basta se voltar para a sua persona. Normalmente, uma persona bem feita trará os problemas que aquele consumidor ideal possui e os sintomas causados por esses problemas.

Meio do Funil

Um consumidor entra no meio do funil de vendas quando ele se dá conta de qual é o seu problema. Ao constatar o problema que o levou até aquela estratégia, o consumidor passa por dois estágios: a busca por uma solução para o problema e a comparação entre todas as alternativas no mercado dentro da solução escolhida.

Por isso, o melhor tipo de conteúdo nessa fase é um conteúdo mais robusto, isento e que ofereça dados concretos e argumentos lógicos, já que se trata de uma fase majoritariamente de comparação.

O melhor formato para receber esse conteúdo são os ebooks, newsletters, webinars e white papers, que fornecem espaço e ferramentas para comparar alternativas e evidenciar as qualidades de um produto ou serviço.

Fundo do funil

O fundo do funil de vendas é um estágio de decisão e oportunidade. O consumidor já se convenceu de qual solução ele procura para seu problema e comparou as alternativas do mercado. Agora é momento de convencê-lo a fazer sua decisão de compra.

Um tipo de conteúdo usado nesse estágio são os Cases de Sucesso, em formato de vídeo ou texto, que demonstram como outros clientes foram bem sucedidos ao utilizar o produto da empresa.

Como deu para ver, cada etapa do funil de vendas possui suas particularidades e deve ter um planejamento de conteúdo adequado para que sua estratégia seja bem sucedida.

Se esse artigo foi útil e você deseja aprofundar seus estudos e obter mais dicas relevantes como essa, assine já a nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *