Fluxo de nutrição: 6 passos para transformar leads em clientes

Tempo de leitura: 3 minutos

Fluxo de nutrição é um processo estratégico de envio de e-mails após um lead ter sido capturado. As mensagens enviadas têm como objetivo educar o potencial consumidor até que ele considere as soluções da empresa como as melhores para resolver os problemas que ele enfrenta.

E, para que o processo seja funcional e aumente as vendas  da organização, é importante que os 6 passos que descrevemos abaixo para transformar leads em consumidores sejam seguidos. Agora, aprenda o que deve ser feito e os coloque em prática já!

Fluxo-de-nutricao-6-passos-para-transformar-leads-em-clientes

1. Conheça e segmente as suas personas

Saber exatamente quais são as dores, as características demográficas, os desejos, os objetivos e as fraquezas das personas de seu negócio são fundamentais para que a comunicação e as estratégias desenvolvidas em um fluxo de nutrição sejam efetivas.

A partir desse conhecimento, separe-as em grupos de afinidades e desenvolva conteúdos que as ajude a identificar problemas e a caminhar até as soluções que a sua empresa oferece.

2. Compreenda a jornada de compra de um cliente

Cada potencial consumidor chegará até a sua organização em um estágio diferente do funil de vendas. Por esse motivo, compreender cada etapa da jornada de compra de um cliente é fundamental para nutri-lo exatamente no ponto em que ele se encontra.

Aproveite a segmentação e direcione mensagens para cada um dos grupos presentes nas fases de descoberta, de interesse e de consideração. Leve-os por todas as etapas até que as suas soluções sejam vistas como a melhor alternativa.

3. Defina a melhor linguagem

Como a mensagem enviada em um e-mail é mais curta e direta, é necessário que ela seja precisa e corresponda exatamente à forma com a qual a persona se identifica. Para desenvolver os conteúdos do blog, com certeza já houve uma pesquisa sobre a linguagem.

Então, aproveite os ensinamentos colocados em prática nas postagens para aprimorá-los na comunicação feita por meio do correio eletrônico.

4. Planeje suas campanhas de email

Enviar mensagens aleatórias, sem estratégia de conteúdo, sem campanha definida e sem um cronograma de envio de nutrição, será perda de tempo.

Como nenhum profissional pode deixar que isso aconteça, é preciso que o planejamento de campanhas de marketing  e um calendário de publicações seja feito antes dos envios. Isso garantirá melhores resultados!

5. Personalize os e-mails

Use ferramentas de automação para personalizar a comunicação e gerar empatia com seu potencial cliente. Chame-o pelo nome e, se possível, acrescente uma informação que o faça sentir-se único, e não somente mais um contato de um mailing.

Outra alternativa é realizar os disparos dos emails marketing com um endereço eletrônico de um profissional, como em ana@empresa.com.br, e não um institucional, como em contato@empresa.com.br. E, sempre que enviar as mensagens dessa forma, separe um tempo para responder a todos os leads que interagiram com o conteúdo.

6. Analise os resultados

Assim como planejar é fundamental para que a sequência de emails enviada traga os melhores resultados para a sua empresa, analisar os resultados dos disparos também é imprescindível para que as melhores ações sejam reforçadas e replicadas.

Veja os pontos fortes e os pontos francos do seu processo de fluxo de nutrição, aprenda com eles e não se restrinja a uma fórmula de sucesso. Esteja sempre testando novos processos, pois resultados melhores sempre podem ser estrategicamente conquistados!

Curtiu aprender mais sobre fluxo de nutrição? Ajude outros profissionais a adquirir também esse conhecimento compartilhando a postagem nas suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *